BATE VOLTA: DE BUENOS AIRES A COLÔNIA DEL SACRAMENTO

BATE VOLTA: DE BUENOS AIRES A COLÔNIA DEL SACRAMENTO

6 de fevereiro, 2018 78 Por Alessandro

Atualização: 31 de janeiro de 2019

Que tal tomar café no Rio da Prata, almoçar no Uruguai e jantar na Argentina?

AdSense:

Se você vai a Buenos Aires, reserve um dia para fazer uma viagem até Colônia do Sacramento, uma cidade rica em história, cheias de construções coloniais, muralhas, possui ótima culinária e um clima bem romântico. Viajar para Colônia é praticamente um passeio pelo tempo e o melhor é que não tem segredo algum. Vale muito a pena.

BRIEFING

BA-COL

Imagem: Google Maps – Travessia de Buenos Aires a Colônia do Sacramento

Basta uma hora de barca para atravessar todo o Rio da Prata e chegar à cidade de Colônia Del Sacramento, Patrimônio Histórico da Humanidade pela UNESCO, um dos principais destinos turísticos do Uruguai e você precisará seguir apenas os 10 passos abaixo para chegar até Colônia:

    1. COMPRE PASSAGENS PARA COLÔNIA DEL SACRAMENTO EM UMA DAS TRÊS EMPRESAS LISTADAS MAIS ABAIXO;
    2. IMPRIMA O VOUCHER E SEPARE SUA DOCUMENTAÇÃO;
    3. CHEGUE AO PORTO COM UMA HORA DE ANTECEDÊNCIA;
    4. FAÇA CHECK IN COMO EM QUALQUER AEROPORTO;
    5. FAÇA PROCEDIMENTO DE IMIGRAÇÃO – SAÍDA DA ARGENTINA E ENTRADA NO URUGUAI;
    6. SIGA PARA A ÁREA DE EMBARQUE;
    7. EMBARQUE QUANDO SEU BARCO FOR ANUNCIADO;
    8. DIVIRTA-SE NA BARCA (tem free shop, bares, cafeteria e mini cassino);
    9. DESEMBARQUE;
    10. DESFRUTE!

UM DIA, MEIO DIA ou PERNOITE?

Dá para fazer uma viagem tipo bate-volta, em um dia inteiro (day trip)? Dá sim! Vá pela manhã e retorne no final da tarde ou depois de desfrutar seu jantar. O município em si já é pequeno e menor ainda é a cidadela intramuros, que é a parte mais antiga e onde você concentrará todo o seu passeio. Sendo, portanto, perfeitamente possível conhecê-la toda a pé e em apenas algumas horas! Então coloque um calçado confortável e explore!

Dá para ir de manhã e voltar no começo da tarde? Claro! só fica um pouco mais corrido e talvez seja necessário cortar alguns dos atrativos listados no mapa turístico da imagem a seguir. Ma se essa for sua escolha, apenas atente-se para estar no porto uns 60 minutos antes do horário de partida. Da mesma forma é possível ir no final da manhã e retornar na última barca da noite, sem problemas.

Dá para dormir lá? Perfeitamente! Já pernoitei lá e não me arrependo. Tem bares, um cassino (simples), uma casa noturna e diversos restaurantes que oferecem pockets shows ou jantares especiais. Só não eleve suas as expectativas pois é uma cidade bem pequena, não se trata de nenhuma Las Vegas. Só recomendo que planeje seu pernoite com antecedência pois, como toda pequena cidade turística, não existem tantas opções de hospedagem e, como consequência, as diárias são mais caras. Caso queira hospedar-se por lá, aproveite as ofertas abaixo ou clique aqui e garanta valores diferenciados.

Booking.com


MAPA TURÍSTICO

Abaixo você pode conferir um mapa de roteiro padrão para fazer turismo em colônia, de forma objetiva. Para completar o trajeto, em passeio guiado, você levará cerca de duas horas. Mas se não quiser fazer o passeio guiado e ir parando apenas aonde quiser, permanecer por mais tempo, apreciando e curtindo, então esse mesmo trajeto pode levar cerca de cinco horas. O folheto abaixo ou similar, você encontra no porto de Colônia ou em quiosque turísticos (há um bem próximo ao porto, cerca de 200m subindo a rua à esquerda, na saída do porto). No quiosque solicite por “PLANO TURÍSTICO”.

AdSense:

Mapa turístico: Roteiro modelo de Colônia


COMPRANDO A PASSAGEM

É possível comprar lá mesmo Buenos Aires (ou em Montevidéu), nas inúmeras agências de turismo ou DIRETAMENTE nos terminais das três empresas que operam a rota, listadas abaixo em ordem de recomendação, são elas:

    1. BUQUEBUS: http://www.buquebus.com
      Transporta carros, possui barcos rápidos (1h de travessia) e lentos (3h e mais baratos). Bem organizados e pontuais.
    2. SEACAT: http://www.seacat.com.ar/
      É uma empresa mais nova e possui barcas novas. Não transportam carros e só trabalham com barcas rápidas (1h). Existem boas referências sobretudo no que diz respeito à pontualidade. Opera no mesmo porto da Buquebus.
      OBS: Muitos leitores têm tido problemas ao comprar pela Seacat, no que se refere à ter acesso ao voucher e a um e-mail de confirmação de compra. Mais abaixo explico.
    3. COLONIA EXPRESS: http://www.coloniaexpress.com/ar
      É a mais em conta mas cheguei a ler muitos relatos de cancelamentos sem prévio aviso. Opera em outro porto, ao sul.

VALORES

Os valores de ida e volta em cabine turística, variam de acordo com a antecedência e disponibilidade de vagas nas barcas e até mesmo horários.

Comprando com cerca de 30 dias de antecedência e escolhendo um dia de semana, é possível encontrar tarifas por volta de R$300,00 (com taxas inclusas, ida e volta, por pessoa).

Se deixar mais para cima da hora ou se o dia pesquisado for mais concorrido, esse valor pode subir e custar em torno de R$500 a R$700 (com taxas inclusas, ida e volta, por pessoa).

Portanto, se você quiser assegurar as melhores tarifas, compre antecipadamente pela internet diretamente no site das empresas. Em algumas empresas já é possível parcelar em 6 a 12 vezes (cuotas), a depender da bandeira de seu cartão de crédito.

Dica econômica: procure nos sites, as opções de DAY TRIP, elas podem sair mais em conta, mesmo com a opção de passeio guiado inclusa.

Atenção 1: Apesar de os sites das empresas deixarem você pesquisar datas praticamente de um ano inteiro à frente, só aparecerão viagens disponíveis para os próximos 3 meses.

Atenção 2: Se trata de uma compra pela internet, em site internacional, portanto pode ser necessário utilizar um cartão internacional para efetuar a compra. Algumas vezes é necessário ligar para a operadora do cartão para solicitar a devida autorização.

Atenção 3: Tenha em mente que a operadora de seu cartão pode cobrar taxas para compras internacionais, além do imposto obrigatório (IOF) de 6,38%. Contudo, caso você encontre a tarifa mais barata, ainda assim vale a pena comprar pela internet, mesmo com as taxas e IOF, é que a diferença entre as tarifas podem variar de 30% a 40%, ou seja, menor que os 6,38% de imposto e mais algumas taxas.

Atenção 4 – COMPRANDO PELA SEACAT: em novembro de 2018 viajei com a Seacat, a viagem é tranquila, mas o processo de compra tem alguns pontos de atenção e muitos leitores replicam a mesma situação pela qual eu passei e explico aqui:

Na hora do pagamento, a Seacat pede um e-mail com domínio argentino, ou seja, endereço de e-mail terminado com “.ar” (exemplo@qualquercoisa.com.ar), seria para envio de um comprovante de operação fiscal. tentei criar um e-mail grátis com domínio argentino mas não rolou, então fiz a compra adicionando um “.ar” ao final do meul Gmail e isso permite concluir a compra com sucesso. Mas esse não é o problema, o que tem gerado dúvidas é que o voucher não nos é enviado por e-mail, ainda que, no cadastro, tenhamos informado nosso e-mail real, funcional. O alívio é que, ao acessar o site da empresa o voucher está lá. E foi com esse voucher que eu fiz check-in e embarquei tranquilamente e sem quaisquer problemas.

Como disse, vários leitores têm relatado não receber seus vouchers no e-mail muito embora a compra tenha sido debitada no cartão de crédito. Mas ainda não retornou nenhum leitor reportando problema no check-in (se você teve problemas no checkin, relacionado à essa situação, favor informe para que possamos alertar os demais).

O que recomendo: Antes de comprar nessa empresa, primeiro crie sua conta de usuário na Seacat (link seacatcolonia.com.ar/venta/registrarse.php). Nesse cadastro informe seu e-mail real. Somente depois efetue a compra.

Na hora de efetuar o pagamento, chegará um passo em que pedirá um e-mail com domínio argentino (.ar), se seu e-mail terminar com “.com”, apenas adicione um “.ar”, se seu e-mail terminar com “.br”, bom criar um e-mail no g-mail ou Outlook e fazer o mesmo, pois pode ser que haja algum homônimo na Argentina que acabe por receber informações suas de compra e etc;

Então, caso conclua a compra com sucesso, imprima e/ou salve a tela de confirmação.

Se passados alguns minutos e você não receber em seu e-mail os vouchers, acesse novamente o site da Seacat, procure pela opção MODIFICAR PASAJE e então informe seu e-mail e senha (que você cadastrou antes). Seu voucher deve estar lá; Imprima-o em papel e se puder, salve em PDF, guarde com você.

No dia do embarque, além do voucher impresso, sugiro, por precaução, que também leve o extrato do cartão de crédito para comprovar a compra (se possível, leve também o cartão que você usou para efetuar a compra).

Caso queira evitar tais dúvidas, opte pela Buquebus, a compra é mais simples e menos burocrática. Optamos (eu e vários leitores) pela Seacat devido às promoções e valores mais em conta para daytrips.

* Extra: Saiba que alguns cartões de fintechs não cobram taxas adicionais para compras internacionais, de forma que só cobram o que o banco central determina e obriga, no caso, seria cobrado somente o IOF. Exemplo: Nubank. Caso queira solicitar um, use esse link de indicação >> nubank.com.br/indicacao (há uma fila de espera maior para quem solicita sem indicação do que quem solicita com indicação).


ENTRANDO NESSA BARCA

TERMINAL BUQUEBUS - BUENOS AIRES - ARGENTINA

TERMINAL BUQUEBUS – BUENOS AIRES – ARGENTINA

O processo de EMBARQUE é similar ao de aeroportos, tudo bem sinalizado e com fluxo fácil e prático de seguir:

  1. Siga com seu voucher e seu documento oficial (pode tanto ser passaporte quanto RG) para o balcão de check in  e, se for o caso despache suas bagagens;
  2. Siga para a área de embarque mantendo em mãos seu documento e cartão de embarque;
  3. Passe pelo controle de segurança;
  4. Siga para o controle de imigração. Lá você passará tanto por um agente argentino quanto por um agente uruguaio. Eles ficam um ao lado do outro, de forma que você faz tanto a sua saída da Argentina quanto seu ingresso no Uruguai, na mesma passada. É bem prático pois já facilita seu desembarque lá em Colônia;
  5. Feito isso, basta seguir para a área de espera e aguardar o chamado de embarque para a sua barca.

Área interna da barca, classe turismo

Barca rápida da empresa BuqueBus

Barca rápida da empresa BuqueBus


SAINDO DESSA BARCA

TERMINAL - PORTO DE COLÔNIA DE SACRAMENTO - URUGUAI

TERMINAL – PORTO DE COLÔNIA DE SACRAMENTO – URUGUAI

DESEMBARQUE também é bem parecido com o de aeroportos, com a vantagem de que não precisa mais passar pela imigração (você já passou por ela lá em Buenos Aires).

A parte desagradável é que antes mesmo da barca aportar, as pessoas podem se aglomerar bem na frente da única porta de desembarque. Isso tumultua bastante e só atrasa a saída de todos. Nessa situação, você enquanto turista deve saber que é preciso evitar esse tipo de aperto e aglomerado e assim, escapar de furtos de suas carteiras, documentos e etc. Então se isso ocorrer, aguarde, seja paciente.

Obs. Quando finalmente desembarquei, minha bagagem já estava disponível, intacta, sem danos. Aparentemente tratada bem melhor do que em aeroportos.


INFORMAÇÕES DIVERSAS

20140223_150453

Duty Free dentro da Barca

    • Seacat e a Buquebus operam em code-share e também no mesmo terminal
      Dársena Norte, Puerto Madero. Veja o local no Google Maps e Google View;
    • Colonia Express opera em terminal à parte,  Pedro de Mendoza 330, Puerto de Buenos Aires (Dársena Sul, Puerto Madero). Veja o local no Google Maps e Google View;
    • Geralmente os taxistas sabem bem aonde ficam os terminais;
    • Se forem de ônibus até o Buquebus, ele fica ali perto de um terminal de ônibus no fim (ou começo) da Córdoba.
    • As barcas não possuem assento marcado;
    • Na Buquebus tem divisão para área executiva, turística e a área simples. A diferença são as poltronas e o serviço de bar exclusivo;
    • Há também free-shop com valores interessantes dentro dos barcos, As vendas iniciam 10 minutos após a partida e encerram 10 minutos antes da chegada;
    • Não possuem deck externo para visualização do rio 🙁
    • Nas barcas, aceitam pesos argentinos, uruguaios e dólar, podendo escolher o troco em pesos uruguaios ou argentinos;
    • No porto de Colônia você pode realizar a troca de tanto de Pesos Argentinos quanto de Reais ou mesmo Dólares para Pesos Uruguaios. As taxas são até simpáticas;
    • Você pode comprar o combo, BARCO+ÔNIBUS (buque+bus=buquebus) e seguir até a capital uruguaia, Montevidéu (2h30min de estrada além do tempo da barca);
    • Se você quiser, por quase o mesmo valor, ao invés de ir para Colônia, pode ir direto para Montevidéu.
    • Claro, se você estiver visitando Montevidéu e quiser emendar para Buenos Aires, as Barcas “direto” ou mesmo o combinado ônibus + barca, são uma opção;
  • Saindo do terminal portuário de Colônia você verá gente oferecendo aluguel de carros, mini carros, táxis, etc. Sobre isso eu repito: A cidade é pequena e pode ser percorrida a pé em um único dia. Mas se você quiser, um carrinho desses ajuda a reduzir o tempo da exploração e ainda lhe dá fôlego para conhecer a cidade fora da zona histórica, como por exemplo o mercado de artesanatos, uma praia fluvial que fica bem movimentada no verão e uma arena de touradas que fica mais distante um pouco. Também é válido caso você tenha dificuldades de locomoção.
  • É importante falar que o piso e calçamento da maioria das ruas, calçadas e praças é de pedra e barro, assim sendo, reflita sobre o calçado a utilizar.
  • Desembarcando em Buenos Aires, antes de entrar em qualquer táxi, pergunte os valores. Mesmo os taxistas que ficam fora do terminal, costumam “tabelar” seus preços como o dos que ficam dentro e são bem caros (pra mim é golpe). Se puder, caminhe ou mais para dentro de Puerto Madero, ou mais afastado na via principal, atravessando toda a rua em direção ao centro e, somente de lá, chame um táxi. Ou acione por aplicativo (Uber, etc.).

VIU? Não tem mistério, é barato, é prático e vale a pena!


20140223_181322

COLÔNIA DO SACRAMENTO

AGORA QUE VOCÊ JÁ SABE COMO CHEGAR À COLÔNIA, CLIQUE AQUI E SAIBA O QUE FAZER POR LÁ!